Seguidores

domingo, 17 de maio de 2009

A tua poesia...








A tua poesia...

Amo, adoro, idolatro... Venero!
Tudo o que escreves... Saboreio
E leio em silêncio e depois releio

Devotado, encantado qual fiel
Saciado como quem bebeu mel
Deparo nos acentos, nas letras

Na intenção das palavras e dos versos
Encosto meus lábios nos teus fonemas
Hora fico triste, hora alegre com o tema

E navego nos teus belos sentimentos
Ah! Como eu a entendo e a defendo
Das armadilhas, das sutis imperícias...

Você passeia essência e flutua existência
Belo bordado rendado de delicada paciência
É o fruto do amor de sábia benevolência

Até me calo diante da tua ciência
A minha alma ri, explode e chora
Minha mente logo aquieta e implora

À tua amizade e o teu eterno carinho
Se pode ver e rever por todo caminho
Sou e serei em teu jardim só passarinho

O que desejo é as tuas mãos macias
Teu rosto sorridente iluminando o dia
Ao meu lado hoje, amanhã, para sempre!

Hildebrando Menezes
Assista em vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=9y-YkNpZac8

http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdealegria/1451043

Um comentário:

Cecilia disse...

Querido Hilde!

Você sabe quanto admiro teu trabalho...
E esse poema especialmente me tocou profundamente...Tentei apenas corresponder ao encanto dos teus versos... pois viajei com tão bela homenagem a poesia...
Aqui seu talento saltou aos olhos de forma comovente!
Obrigada pelas palavras carinhosas e também por tua presença em minha vida!

Beijosss