Seguidores

segunda-feira, 11 de maio de 2009

O VALOR DA LIBERDADE...







O valor da liberdade...

Busque! Antes que tardia...
Quem não quer e não anseia
Tão prazerosa e guerreira
Uma liberdade por inteira

É mais que uma procura
Quem aspira... Conquista!
Parece sinônimo de felicidade
A valiosa e genial liberdade...

É a arte que se compõe
No pulsar de nossas vidas
Nas cordas do coração
Dos que tem a alma livre

Pela igualdade e a fraternidade
Com ela foram feitas revoluções
De quem aspira e suspira por ações
Pelo ar puro o bem estar das nações

Que oxigena mentes e pulmões
E só ela pode referendar emoções
Bombear o sangue aos corações
Que nos faz sonhar e levitar

Suas diretrizes básicas a programar
Consolidar raízes e a nos fazer felizes
Ver o sol se por e depois raiar
A lua crescer e a tudo pratear...

Caminhar por ai a gritar e a cantar
Sem saber para onde ir... Só passear
Simplesmente ao prazer de espairecer
De ir e vir... Partir... Renascer

Sem lenço... Mesmo aos tropeços
Sem adereços, fins e começos
Sem referências ou endereços
Só rir, chorar, falar, calar e amar...

Ficar à mercê de todas as veleidades...
Sem se preocupar e nem pestanejar!
Vadiar em prazeres nada comedidos...
Nem arrependidos ou mesmo impedidos

Mas decidido às aventuras e venturas
Andarilho que segue ao léu... Sem véu...
Com a bússola das paixões momentâneas...
Estonteantes, instantâneas... Espontâneas...

Que a tudo cura mesmo em noites escuras
Com a alma nas escutas afinada às labutas
Essa é uma luta melodiosa e gloriosa
Ah! Esse sonho alado e acalantado

Pela força e a magia do teu brado!
Parece até um conto qualquer de fadas
Essa liberdade paralela a nossa vontade
Onde procuramos a nossa verdade!

Dueto: Carmen Cecília & Hildebrando Menezes
Navegando Amor
Publicado no Recanto das Letras em 24/04/2009
Código do texto: T1556525
http://recantodasletras.uol.com.br/poesiastranscendentais/1556525
Veja o poema em vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=o9BsDsaj264

Um comentário:

Cecilia disse...

Querido Hilde!

Um dos grandes prazeres que tive foi fazer esse duo contigo

Nossa, senti tudo que só a liberdade e a fé podem nos dar forças
A liberdade é uma benção divina
As vezes ficamos presos por uma série de fatores e esquecemos do bem maior que é ser livre

Beijos

Carmen Cecilia