Seguidores

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Brisa: Eliza&Elisa


Eliza&Elisa
.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-

Todas as duas são sensíveis
Formadas das melhores raízes.
Sem dúvida...belas poetisas!

A com "z" é lá de Campos/RJ
A com "s" aqui de Brasília/DF

Privilegiadas na cultura, inteligência.
Pavios curtos. Como os do aprendiz.
Emburradas? Hum... sai da frente...
A resposta vem ligeira e seu fundilho
será o primeiro a receber o recado.

Nas veias corre sangue com nitroglicerina.
O que lhes dá credibilidade. São verdadeiras.
Não falseiam. Não argumentam besteiras.
Vivas. Espertas. Aguçadas na sutileza.

Como são bonitas essas ninfetas danadas.
Por dentro. Por fora. De lado. De costas.
Não são afeitas às fofocas. São formosas.
Quando penso nelas fico enternecido...

Ouço "Pour Èlise" e entro em alfa, omega, beta.
Todo o alfabeto "bethoviniano" entra n'ouvido.
Aprecio. Fico em transe. Estremeço. Arrepio.
Degusto as mais profundas e valiosas emoções.

Vejo nelas a beleza em profusão. Construção!
Assim tipo o refino da mais pura essência divina.
Esculturas vivas pulsando talento. Maviosa vibração.
Dois gênios impulsivos, ricos, fortes, criativos.

Uma entrou no meu coração, nas minhas entranhas.
A outra saiu dos meus gens. Até a covinha ela tem.
Quando brigamos ela grita logo e mostra a bunda.
Veja aqui se não sou a sua verdadeira caçula?!

Quem as conhece fica logo embevecido. Convencido.
Mas repito... Bobo é quem pensa que as tapeiam...
Inquisitivas... mergulham fundo na magia da poesia.
São leves. Livres. Soltas. Sofredoras guerreiras.

Gente...acreditem...essas meninas existem de verdade.
Elas encantam e vieram ao mundo como uma brisa do mar.
São prodígios da mãe soberana natureza. Que beleza!

Muito obrigado minhas duas musas mulheres: Elizsas.
Por existirem na minha vida. Como é feliz este aprendiz...
.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~- .-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-

Hildebrando Menezes
Brasília/DF 18.04.2007

13 comentários:

poemas disse...

Oi Hilde!!!

Sem palavras....que posso dizer de tamanha generosidade.Sou mãe e sei do nosso amor maior que são os nossos filhos e ele ter me colocado junto, nesse poema com sua filha,que é seu grande amor, me deixou lisonjeada e muito feliz tê-lo conhecido.Sua generosidade e autenticidade me encantam,além do poema ser lindíssimo!!
Me retratou tão bem como se me conhecesse na real,o que só uma alma de poeta sensível poderia captar....
Gente!! vcs nem imaginam,quando recebi chorei de alegria....ao perceber que o nosso aprendiz de aprendiz não tem nada!!Ele é um mestre: Do Amor,da pura beleza,da sinceridade,do caráter,da delicadeza.
Meu agradecimento eterno a Você.
E a Elisa,minha xará,parabéns pelo pai maravilhoso que tu tens.

Elisa Matos disse...

Nossa pai. Obrigada pelo poema, mas como assim "ninfetas danadas" ? e eu não te mostro a bunda quando a gente briga!!!!!!!
hehehe

escorpyana disse...

Olá,achei teu blog por acaso e adorei,principalmente um poema amor tantrico,será que vc me dá permissaõ pra postar no meu blog?Claro dando os devidos créditos.Com certeza voltarei muitas vezes,vc de aprendiz naõ tem nada.....rsrs.Venha me visitar, meu humilde blog nem se compara ao seu,mas ficarei alegre com sua visita.A propósito,tb sou de Brasília.Tenha uma quinta deliciosa.
beijussssssssssss

Elãine disse...

Esse poesia é de uma declaração sutil e apaixonante de amor e admiração à duas belas meninas.
Vc utilizou rimas e versos como caminhos para traduzir a beleza, o feitiço e a essência de ser mulher. Muito lindo o poema. Parabéns à vc e para as duas musas.

ANALUCIA disse...

SIMPLESMENTE DIVINOOOOOOO

AH COMO QUERIA SER ESTA ELISAAAAAAAAA
RSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSR

BJKASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
ADORO VC POETA LINDO E MARAVILHOSO

BJKASSSSSSSS

Sônia Sampaio disse...

Olha, mais um poema lindo!lindíssimo! Muito terno muito encantamento e sensibilidade!!!Adorei! Mil vezes Parabéns! Sua filha tbém merece cumprimentos uma vez que foi a inspiradora...
Sônia Vidal
19/04/07

Jeanne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jeanne disse...

Gostaria de deixar registrado aki no Blogger do Aprendiz, que não é aprendiz, a minha vontade de na próxima encarnação me chamar Elisa ou Eliza.. tanto faz com S ou Z, ai deixo a cargo da prefêrencia dos meus pais... Falando sério agora... Incrivel a sensibilidade desse "Homi" em descrever com perfeição a alma das pessoas... como disse a Eliza, é encantador assistir de camarote essa façanha.. e fico feliz de dividir um mundo ainda que virtual com tamanha figura...
Bjussssssssssssss poeta mor... e meninas Z e S alegrem-se pq se vcs não fossem tão lindas o poema não sairia tão belo... PARABÉNS ao criador e as criaturas...

Regeane disse...

Tioooooo Jucaaa!!!!

Vc esta de parabens... mto lindo o poema...

Esse meu tio vai longe, jah pensou em escrever um livro?

bjooo grandeee

Rosangela disse...

[b]Maravilhoso!Parabéns,Poeta!
Que bom tê-lo como amigo.A sua musa tbm esta de parabéns!
Vou esperar um,quem sabe?

Bjs,Amo vc,Hilde!

Anônimo disse...

Hilde ou Juca,adorei suas poesias,maravilha mesmo esta de parabens mas fiquei emocionada quando vi a foto de sua mami com a Lana,muito bem lembrada,saudades...
beijos doces e xeiro de rosas
te adoro e com certeza quando por aqui vier terei o maior prazer em te conhecer...te adoro desde ja

Anônimo disse...

Juca n sei que aconteceu...hehe,mas não saiu meu nome acima,nem sou loira ainda..aff
beijos Rosana

Juciara disse...

Hilde,

O que posso dizer desse poeta maravilhoso sem ferir-lhe a alma?
Senhor "aprendiz de poeta", continue nos acalentando com esses poemas maravilhosos! O que seria do ser humano sem a poesia? Seria mais felizes ou menos felizes? Não sei responder, mas digo que a sua poesia me faz entrar em transe, ficar extasiada e enebriada com a expressividade contida em cada verso escrito por vc.

Axé Hilde e muito sucesso!!!