Seguidores

segunda-feira, 5 de março de 2012

CREPÚSCULO FEMININO (Homenagem)



A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Contrario ao natural declínio de sua juventude
Brota dela seu maior e verdadeiro melhor período
Em contrapartida ao cansaço, as rugas, aos cabelos grisalhos
Deleita seu estado maior de estrutura, sua vitalidade espiritual

A mulher madura é um fruto doce e suculento
Produto dos anos intensos de dor e sofrimento
Já não sangra e seu corpo é propício ao aquentamento
Nasce dela o acalanto e o bom aconselhamento
Porque viveu e se doou em todos os momentos

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Quando livre da reprodução animalesca da natureza
Abraça sem restrições em gozo o prazer de amar
Isenta de necessidades morais, encargos, incumbências
Sabe melhor lidar com as inquietações da consciência.

A mulher madura é o despertar do por do sol
Depois do brilho reluzente por todo o dia inteiro
Ela esparrama seus raios de luz pelo horizonte
Ela é o porto, a atracação firme e serena no cais
Após marejar pelas ondas violentas de seus ais

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Porque leva em sua bagagem experiência, ponderação
Seu intelectual, seu emocional, seu temperamento
São impressos de suas próprias habilidades adquiridas
Sua condição de plenitude longe de infantilidades...

A mulher madura sabe como ninguém o seu anoitecer
Traz consigo o dever cumprido do amor e seus sentidos
É mais que sentimento coberto de ouro e diamantes
Que se percebe no relicário do seu suave semblante
Suas rugas comprovam o percurso íngreme da estrada

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Quando experimenta da solidão à sensação solitude
Solidão não como isolamento, como separação
Mas como reservados e merecidos momentos
Em defesa e crescimento dos sentimentos.

A mulher madura é a doçura saudável de uma uva
Cultivada pela vida de guerreira brava e destemida
Sabe amar sem frescuras e se põe ao mundo como diva
Por vezes sóbria e em outras com o riso aberto e farto
De quem trabalhou e depurou da melhor virtude

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Porque sutilmente tem o domínio da sabedoria
Do tempo sem pressa, do observar do jardim de si mesma
Do caminho que lhe resta, espreita sem ansiedade de entender
Só respeita o autentico poder do tempo em dá conclusões.

A mulher madura não se apura, mas se depura
Ela é nua, crua e pura como natureza que inspira
É semente que fecunda lá do seio da flor mais linda
Transcende aos conceitos de fêmea e é profunda
Sua matriz oriunda seduz por ser berço de divindade

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Porque entende de si, se gosta, se menos questiona
Sabe de sua perecível beleza, é conhecedora de suas fragilidades
Espera sua ancienidade com orgulho do tempo que já viveu.

A mulher madura é liga e ligadura que amalgama
Sabe como ninguém tratar as vicissitudes da vida
Pondera, reflete, questiona inquietudes e decide
Nas suas decisões a um quê de mágica sabedoria
Como é bonito apreciá-la no seu labor do dia a dia

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Por sua sensibilidade, seu emocional esculpido
Suas virtudes, qualidades e sedução como preciosidades
Tem na simplicidade o conhecimento de suas imperfeições.

A mulher madura é a mais bela nota da partitura
É solo, duo, sinfonia, melodia que enternece e irradia
Caleidoscópio que fascina pela união de variadas cores
A ela até a lua e as estrelas se conectam silenciosas
Podem ser personificadas em cada ponto de luz no universo

A mulher madura é crepúsculo entardecer...
Como a serena beleza das nuances do poente
Em céu alaranjado preparado à noite em receptividade
E toda á inacessibilidade inerente aos seus mistérios.

Ainda há muito a se dizer sobre a mulher madura
O que importa é vibrar com ela e poder senti-la
E que todos os homens saibam assim contemplá-la
Para que o mundo e a quem nele habita se torne melhor

Então milhões de salvas de palmas às mulheres maduras!

Lufague & Hilde

http://www.recantodasletras.com.br/duetos/3533685
Veja o poema em vídeo:
CREPÚSCULO FEMININO (Homenagem)
http://www.youtube.com/watch?v=151_lJrPIxs&list=UU9U5iTZiBfjQD1nIv95t16g&feature=plcp

Um comentário:

gracacampos.blogspot.com/ disse...

Bela e sábia homenagem à mulher madura, Crepúsculo feminino"

A mulher em sua maturidade, entende,aprende que deves er amada por si própria, sem as cobranças de ser mulher perfeita e, em sã consciência da beleza,
sabe da força e de suas fragilidades... E dá graças à espera do tempo, serenamente!...

Parabéns poetas, Lufague e Hilde!

Um abraço,
Graça Campos