Seguidores

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

DEDOS EM AÇÃO















DEDOS EM AÇÃO

Meus dedos que dedos
Percorrem sem medo
Escondem segredos
Tocam-me, me sentem

Salientes invadem
Insaciáveis percorrem
Numa viagem lúdica
Insanos e impudicos

Leves toques dos meus dedos
Gulosos e incontidos
Vejo uma aquarela e ouço sinos
Numa sinfonia melódica

É silêncio só por fora
Mas, por dentro em desatino
Vadios e intrépidos
Rápidos... Vagarosos... Lépidos

Teus dedos que dedos
Te tocam e sentem
Irrequietos medem
Escorregam na umidade da gruta

Sensual e astuta
Áspero toque dos teus dedos
Mergulham em labaredas
Em movimentos de arrebentar

Pelas células... Pele em seda
Na altiva maciês
Do frenesi e da embriaguês
Sobressaltado, parado

Já voastes prá extasiar
Pelas volúpias de amar
Nossos dedos, que dedos
Nos tocam, nos sentem

Muitos toques, tantos dedos
Sutis... Suaves... Lânguidos
Livres de degredos
Que delicia arrepiante

Pelo sexo penetrante
Pelo benefício do teu vício
Eu por ti e tu por mim
Só suspiros ofegantes

Pra delírio dos amantes.

Dueto: Maria das Graças Novais e Hildebrando Menezes
http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAI8LVfI1QCjAvEjHNf1MQWvK2f8Y30kqwMV_9PXWW0nyt3tFi33oqZVCOAsP4WAB2H9iraUtMIPaDlP1udFewKUAm1T1UHmdJlUZTUySXFpv-Rg7HRmTpJxn.jpg

http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdeamor/1807508
Veja o poema em vídeo:
DEDOS EM AÇÃO
http://www.youtube.com/watch?v=aYVpeEupynU

Um comentário:

Blog de Gisoalves, A paz de Deus esteja com nós* disse...

Nossa!!! que Espetaculo, que lindo, que maravilha de poema, adorei...