Seguidores

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Encantos...






Encantos...

Podem vir no sorriso de uma criança...
Quando embalada numa balança.
Ou apenas no delicioso improviso...
De um pequeno passo de dança.


Encantos...

Numa resposta precisa e delicada.
De uma genial e esperta 'sacada'...
Ao contemplar o movimento da natureza.
Na sua força...poder... e beleza.


Encantos...

Num sofisticado vestido da moda
Ou num simples arranjo bem colocado.
Que no corpo esvoaça a sua graça...
Da elegância que se passa na alma feminina

Encantos...

De um gesto de solidariedade esperado
Na ajuda valiosa ao mais necessitado.
Do calor do amor que chegou adiantado.
Num dengo gostoso e sutil... inesperado.

Encantos...

Por uma ternura despreendida... manifestada.
Pelo diploma suado no esforço demonstrado.
Da comidinha esfumegante e apimentada.
Numa gargalhada estridente... despudorada.

Encantos...

Daquele olhar que te deixa sem saída
Seu peito rompendo a fita de chegada.
O lamber dos beiços ao comer uma cocada.
Das agradáveis percepções da essência do ser.

Encantos...

Na sutil narrativa dos detalhes
Do sonhar com a realidade

Tantos são os momentos de encantos...
É só sintonizar bem às verdades

Encantos...

Que vêem como um sopro cristalino...
Bate na mente e no coração contentes
Como brisa...uma canção...o badalar do sino...


Desfraldando a bandeira da paz
Da oração... do amor...

Como a perfeita fantasia do divino...

Enise/Hilde
Veja o poema em vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=58HJhA7xSkI

2 comentários:

Verinha disse...

Bom dia Hilde
Que coisa mais linda
Que primor de poesia..

Passeio nos teus versos descalça para os sentir e confesso: Que riqueza de palavras e expressões meu amigo..a vida é um verdadeiro encanto....encantei com teus versos
achei maravilhoso..beijinhos

Verinha

Aprendiz de Poeta disse...

Verinha,
Você sabe que nestes versos
tem muito dos encantos que
roubei de ti...da sua amizade, beleza e talento.
Aí foi só transportar para
o papel e dele pra aqui.
Então essa riqueza a que vc se referiu ela veio de você.
Mil beijos por tê-la emprestado para nós.
Hilde